Portuguese Dutch English French German Greek Italian Japanese Korean Russian Spanish
  • Home
  • Blog
  • Do antigo porta estandarte ao pavilhão personalizado

Do antigo porta estandarte ao pavilhão personalizado

Você sabia que o maior símbolo de uma agremiação é seu pavilhão personalizado com tema do enredo até o logotipo?

Diz a história do samba que tudo começou nos ranchos com os famosos balizas e porta estandartes, e cabia aos homens carregar e defender os estandartes.

A expressão de defesa ao seu porta estandarte veio através do roubo do símbolo maior do grupo por outras associações nos desfiles dos ranchos, então o baliza tinha que ficar atento para não acabar com sua carreira, e não ser humilhado. Quando uma associação pegava o pano, somente no ano seguinte que poderia recuperar no ensaio do bloco que pegou. Nestas ocasiões ocorriam muitas brigas com as frases enrola o pano = enrola o pavilhão.

Por isso na história do carnaval dizem que o primeiro porta estandarte foi um homem, diríamos que a bandeira representava o mesmo ritual que acontecia das meninas moças africanas que se preparavam ao casamento e até marcação de território dos militares dos guardas de honra.

Quando começaram os desfiles de carnaval, quem defendia a porta estandarte/porta bandeira, era o mestre sala, utilizando a ginga da capoeira, ele desfilava, uns falam com lenço e outros com leque e mais uma navalha escondida. As danças das balizas foram evoluindo até chegar à dança com muito bailado do mestre sala, dançando e apresentando ao bailar da porta bandeira.

A primeira escola de samba a desfilar com porta bandeira no inicio da década de 30 foi a Estação Primeira de Mangueira - RJ, posteriormente a escola de samba Unidos do Peruche - SP nos anos 50.

Alguns desfiles de carnaval mudaram apenas para o pavilhão, tornando a figura representativa da agremiação. Com fantasias extremamente luxuosas que chegam a pesar até 40 kg, e os quesitos de julgamento são: simpatia, beleza, figurino, entrosamento do par e cortejo do mestre sala.

A porta bandeira deve apresentar o pavilhão sempre desfraldado, não podendo deixar enrolar e sem bater em seu mestre sala. O mestre sala tem a função de chamar a atenção para o pavilhão.

Todo este luxo e glamour pode ser adquirido com a empresa Apito de Mestre, que vem personalizando este símbolo maior de acordo o evento.

Personalizamos o (a) pavilhão (bandeira) para festas de aniversário 15 anos debutante, casamentos e eventos corporativos.

Deixe nosso casal de mestre sala e porta bandeira representar sua marca com um pavilhão (bandeira) personalizada e surpreenda seus convidados.

Fonte http://www.portelaweb.com.br/escola.php?codigo=5&cod_cat=1


Adicionar comentário

Código de segurança Atualizar

Telefones

+55 (11) 4117-0444 . (11) 2872-5738
(11) 94763-3483

Endereço

Rua Albertina Vieira da Silva Gordo, 38
CEP: 02410-000 / Vila Aurora- São Paulo

 

Horário de atendimento de segunda a sexta das 09h às 18h